Orlando Pride apresenta Alex Morgan, Kaylyn Kyle e Sarah Hagen

  • listada em

Orlando Pride apresenta Alex Morgan, Kaylyn Kyle e Sarah Hagen

O Orlando Pride, novo time de futebol feminino do Orlando City, anunciou nessa segunda-feira a contratação de três das principais jogadoras do cenário internacional como as primeiras atletas de sua história: As atacantes norte-americanas Alex Morgan e Sarah Hagen e a meio-campo canadense Kaylyn Kyle.
Atual campeã olímpica e mundial – tendo conquistado a Copa do Mundo da FIFA de 2015 e os Jogos Olímpicos de 2012 com a seleção dos Estados Unidos -, Alex Morgan, de 26 anos, é uma das maiores estrelas do mundo do futebol feminino, tendo marcado 55 gols em 96 jogos pelo time norte-americano. Alex chega ao Orlando Pride vinda do Portland Thorns, onde se sagrou campeã da National Women’s Soccer League (NWSL) 2013.
Finalista do prêmio de Melhor Jogadora do Mundo da FIFA em 2012, temporada em que marcou 28 gols e deu 21 assistências (passes para gols), Alex Morgan foi eleita na mesma temporada Jogadora do Ano pela U.S. Soccer, a federação de futebol dos Estados Unidos.
Kaylyn Kyle, de 27 anos, já disputou mais de 100 partidas pela seleção do Canadá, conquistando a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres – 2012, a medalha de ouro dos Jogos Panamericanos de Guadalajara, em 2011, além de desempenhar papel vital no time que alcançou as quartas-de-final da Copa do Mundo de 2015. Kaylyn também jogava pelo Portland Thorns.
Sarah Hagen foi campeã da NWSL 2014 pelo FC Kansas City, onde marcou 8 gols em 26 jogos. A atacante de 25 anos, que anotou ainda 38 gols em 51 jogos pelo Bayern de Munique, da Alemanha, entre 2012 e 2013, já recebeu duas convocações para a seleção dos Estados Unidos.
“Nossa torcida nos deu diversos presentes na temporada inaugural do Orlando City na MLS, quebrando diferentes recordes de público da liga. Precisávamos responder à altura”, afirmou o proprietário do Orlando City e do Orlando Pride, Flávio Augusto da Silva. “Primeiramente, aumentamos a capacidade do estádio que estamos construindo no centro da cidade. Depois, lançamos o Orlando City B e o Orlando Pride. Agora, apenas uma semana depois de anunciarmos o Pride, já estamos trazendo para Orlando uma super estrela do esporte mundial, como a Alex Morgan, e outras duas jogadoras de nível internacional, como Kaylyn e Sarah. Prova de que, assim como o Orlando City, o Orlando Pride também nasceu para brilhar”.

“Alex Morgan é uma jogadora dinâmica, de muito sucesso internacional, com todas as qualidades que procuramos em uma estrela”, disse o gerente geral de futebol do Orlando City, Paul McDonough. “Ela terá impacto imediato no perfil do Orlando Pride, ajudando a desenvolver o estilo de ataque do novo time.”

“Kaylyn e Sarah também trazem experiência internacional e pedigree de campeãs a Orlando”, continuou McDonough. “Kaylyn é uma volante defensiva de grande experiência na liga. E Sarah tem tem uma carreira sólida, marcando gols nos Estados Unidos e na Europa.”

O Orlando Pride estreia na NWSL em 2016. Os boletos de temporada já estão à venda em www.Orlando-Pride.com.
Veja os perfis das atletas:

Nome: Alex Morgan

Altura: 1,70m

Data de nascimento: 02/07/1989

Local de nascimento: San Dimas, California

Nacionalidade: EUA

Twitter: @alexmorgan13 

Nome: Kaylyn Kyle

Altura: 1,72m

Data de nascimento: 06/10/1988

Local de nascimento: Saskatoon, Saskatchewan, Canada

Nacionalidade: Canada

Twitter: @kaylynkyle

Nome: Sarah Hagen

Altura: 1,80m

Data de nascimento: 18/11/1989

Local de nascimento: Appleton, Wisconsin

Nacionalidade: United States of America

Twitter: @sarahapplehagen

Para mais informações, acompanhe o Orlando City e o Orlando Pride em www.OrlandoCitySC.comFacebookTwitterYouTube e Instagram.

Sobre o Orlando City e o Orlando Pride

O Orlando City é um time que representa a paixão brasileira na liga de futebol que mais cresce no mundo, a Major League Soccer (MLS). Clube de propriedade do empreendedor brasileiro Flávio Augusto da Silva, o Orlando City joga sua temporada de estreia na principal liga dos Estados Unidos e do Canadá em 2015 e tem o meia Kaká como seu capitão. O estádio Orlando Citrus Bowl, palco da Copa do Mundo de 1994, que passou por uma renovação de $200 milhões de dólares, é a casa dos Lions em 2015. Em 2016, o Orlando City vai inaugurar seu próprio estádio, uma arena moderna e confortável, com capacidade para 25,5 mil torcedores, no coração da cidade.
Na temporada inaugural do Orlando City na MLS, os Lions quebraram o recorde de maior média de público da história da liga para um time estreante – 32.847 pagantes por jogo nas partidas realizadas em Orlando -, tornando-se ainda a franquia que mais rapidamente atingiu a marca de meio milhão de torcedores em casa. Os torcedores do Orlando City estabeleceram ainda o recorde de público do estádio Orlando Citrus Bowl logo na estreia histórica do clube na MLS, no dia 8 de março de 2015: 62,5 mil espectadores. Os Lions não cativaram apenas o coração da população local, como vêm consolidando sua marca globalmente, com jogos transmitidos ao vivo para mais de 120 países e narrados em 30 línguas diferentes.
Em outubro de 2015, o Orlando City anunciou a criação de seu segundo time, o Orlando City B, que disputará a liga USL a partir de 2016, com a missão de desenvolver jovens atletas, principalmente provenientes das divisões de base do clube.
Os Lions lançaram ainda um time profissional feminino para a temporada 2016. O Orlando Pride vai disputar a National Women’s Soccer League (NWSL). A equipe será dirigida pelo renomado técnico Tom Sermanni, ex-treinador das seleções dos EUA e da Austrália.

Deixe aqui o seu comentário!

Comentários

Leave a Comment

PATROCINADORES