Com gol no ultimo minuto o Orlando City empata a partida fora de casa

Com gol no ultimo minuto o Orlando City empata a partida fora de casa.

Obstinado, Orlando City SC (2-2-4, 10 pontos) exibe incrível recuperação e garante um ponto contra o New England Revolution (1-2-7, 10 pontos) com gol de empate de Carlos Rivas aos 90 minutos.

“Formos perigosos em diversas oportunidades, principalmente nos contra-ataques. Tivemos boa posse de bola no primeiro tempo. Acabamos segurando as substituições, que acabaram por definir o jogo”, observou o treinador Adrian Heath. “Foi Rivas quem marcou o gol, mas Júlio Baptista certamente nos impulsionou. No geral, é preciso ressaltar que este é um dos lugares mais difíceis de se atuar como visitante na MLS, então sair daqui com um ponto não é o pior cenário”, completou.

No segundo empate com placar de 2 a 2 entre as duas equipes neste ano, terceiro em quatro encontros pela MLS, os incessantes esforços     direcionados pelos Lions em direção ao gol dos Revs tiveram sucesso pelos pés de Kevin Molino, que marcou seu terceiro gol na temporada, e na finalização de Rivas que balançou as redes pela primeira vez na MLS. Outro herói da noite foi Joe Bendik que mais uma vez teve excelente atuação e impediu que o adversário ampliasse o saldo de gols.

O New England abriu o placar com apenas oito minutos de jogo. O uruguaio Diego Fagundez avançou para dentro da área pela direita trocando passes com Lee Nguyen até ter espaço para disparar um chute alto que encobriu Bendik.

O Orlando City construiu vários ataques ameaçadores, particularmente pelo lado direito, com Rafael Ramos e Adrian Winter. Aos 30 a dupla atuou mais uma vez e Winter, após passar por Donald Smith, cruzou para Cyle Larin na área. A bola passou pelo canadense e sobrou para Kevin Molino, de pé esquerdo bater sem chance para o goleiro Bobby Shuttleworth.

O New England recuperou a liderança somente no segundo tempo, aos 71 minutos, em finalização de Juan Agudelo, que acabava de entrar no lugar de Femi Hollinger-Janzen. Menos de dez minutos depois, o técnico Adrian Heath colocou Rivas e Júlio Baptista para dar fôlego ao time que brigava pelo empate.

A alteração teve resultado. Júlio Baptista arremessou uma bola de frente para Larin, que driblou a defesa e disparou um cruzamento rasteiro para o colombiano Rivas marcar aos 90 minutos.

O gol de Riva colocou fogo na partida, proporcionando um final emocionante para o jogo. Ambas as equipes ameaçaram roubar os três pontos nos cinco minutos de acréscimo. Joe Bendik frustrou os esforços de Kelyn Rowe, com um chute de longa distância, e a trave ajudou na cabeceada de Juan Agudelo, selando o empate em 2 a 2 no Gillette Stadium.

O Orlando City retorna à ação contra o New York Red Bulls no Orlando Citrus Bowl, recentemente renomeado como Camping World Stadium. A partida acontece na próxima sexta-feira, 6 de maio, às 20h no horário de Brasília.

GOLS:
NE – Diego Fagundez (Lee Nguyen) 7’
ORL – Kevin Molino (Adrian Winter) 30’
NE – Juan Agudelo (Kelyn Rowe) 71’
ORL – Carlos Rivas (Cyle Larin) 90’

CARTÕES
ORL – Darwin Cerén (AMARELO) 24’
NE – Diego Fagundez (AMARELO) 78’
ORL – Carlos Rivas (AMARELO) 87’
ORL – Rafael Ramos (AMARELO) 90 (+4)’

ESCALAÇÕES/SUBSTITUIÇÕES
Orlando City SC – Joe Bendik, Rafael Ramos, David Mateos, Seb Hines, Brek Shea, Darwin Cerén (Carlos Rivas 81’), Cristian Higuita, Adrian Winter, Antonio Nocerino (Júlio Baptista 81’), Kevin Molino (Servando Carrasco 63’), Cyle Larin;
Banco: Earl Edwards Jr., Tommy Redding, Kevin Alston, Hadji Barry.

New England Revolution – Bobby Shuttleworth, Jose Goncalves, Andrew Farrell, Je-Vaughn Watson (London Woodberry 75’), Donald Smith, Scott Caldwell, Gershon Koffie, Diego Fagundez, Lee Nguyen (Diago Kobayashi 80’), Kelyn Rowe, Femi Hollinger-Janzen (Juan Agudelo 70’);
Banco: Brad Knighton, Sambinha, Zachary Herivaux, Michael Gamble.

ESTATÍSTICAS:
Posse:
ORL – 51.6%
NE – 48.4%

Faltas:
ORL – 18
NE – 11

Chutes:
ORL – 11
NE – 11

Defesas:
ORL – 2
NE – 0

Escanteios:
ORL – 4
NE – 3

Deixe aqui o seu comentário!

Comentários

Attachment

Com gol no ultimo minuto o Orlando City

PATROCINADORES