Orlando City anuncia time feminino Orlando Pride

  • listada em

Orlando City anuncia time feminino Orlando Pride

O Orlando City anunciou hoje o lançamento de um time de futebol feminino, o Orlando Pride. A equipe disputará a liga profissional dos Estados Unidos – National Women’s Soccer League (NWSL) – a partir de 2016. O clube nomeou o ex-treinador da seleção dos EUA, Tom Sermanni, como primeiro técnico da história do Pride.
“Os norte-americanos têm muito orgulho de seus ídolos no futebol feminino. Um ano depois da Copa do Mundo do Brasil quebrar o recorde de audiência para uma partida de futebol na televisão dos Estados Unidos – 18,2 milhões de pessoas assistiram a EUA x Portugal – veio a Copa do Mundo feminina e estabeleceu uma nova marca esse ano: 25,4 milhões de telespectadores acompanharam a final, entre as seleções dos Estados Unidos e do Japão. O futebol feminino está na TV nos EUA. A Fox Sports transmitiu a NWSL em 2015”, afirmou o proprietário do Orlando City, o brasileiro Flávio Augusto da Silva. “O Pride dará a Orlando o que a cidade quer: Mais futebol. O Orlando City já quebrou diversos recordes de público para uma equipe estreante na Major League Soccer, com média de 33 mil torcedores por partida em 2015. Já vendemos todos os boletos de temporada para 2016 e iniciamos uma fila de espera para carnês de 2017. Agora, teremos mais um time da casa, quando inaugurarmos nosso próprio estádio no ano que vem.”
Os boletos de temporada para o ano de estreia do Orlando Pride na NWSL estão à venda a partir de hoje para donos de carnês da temporada do time masculino, que disputa a MLS. A venda para o público em geral começa no próximo dia 25 de outubro. Visite www.Orlando-Pride.com para mais informações. Os ingressos começam em $13 dólares por jogo na fase inicial de vendas, para 10 partidas da temporada regular.

“Estamos muito felizes em dar as boas-vindas ao Orlando Pride à National Women’s Soccer League”, disse o comissário da NWSL, Jeff Plush. “O Orlando City é uma organização notável, um clube de uma cultura autêntica, que vai nos ajudar no crescimento da liga e proporcionar mais oportunidades para jogadoras de futebol do mais alto nível. Não temos dúvida de que Orlando será uma tremenda adição à NWSL”

“Orlando provou ser um reduto quente para o futebol no país e eu mal posso esperar para começar a construir um legado de sucesso com o Orlando Pride”, afirmou o treinador Tom Sermanni. “Ao longo das próximas semanas e meses, vou trabalhar com a direção para construir nossa comissão técnica e elenco, trazendo alguns dos maiores talentos do futebol feminino para Orlando.”

Tom Sermanni traz a Orlando imensa experiência e um currículo respeitável. Como jogador, atuou na Escócia, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia. Como treinador, Sermanni iniciou sua carreira na Austrália, tendo assumido pela primeira vez o comando da seleção feminina local entre 1994 e 1996. Ele voltaria a comandar a equipe da Austrália em 2004, dessa vez alcançando as quartas-de-final das Copas do Mundo da FIFA de 2007 e 2011.

Em 2012, Sermanni aceitou convite para dirigir a seleção feminina dos Estados Unidos. Sob seu comando, a equipe ganhou 17 jogos, empatou quatro e perdeu apenas dois.

Com a adição do Orlando Pride à NWSL, a liga passa a contar com 10 equipes para a temporada 2016. O Pride se juntará ao Boston Breakers, Chicago Red Stars, Houston Dash, FC Kansas City, Portland Thorns FC, Seattle Reign FC, Sky Blue FC, Washington Spirit e ao Western New York Flash.

O Orlando Pride vai jogar a temporada 2016 no estádio Orlando Citrus Bowl, podendo passar a atuar na nova arena do Orlando City, quando as obras de construção chegarem ao fim.

Mais de 30 mil ingressos já foram vendidos para o jogo entre a seleção feminina dos Estados Unidos e o Brasil, que acontecerá no próximo dia 25 de outubro, no estádio Orlando Citrus Bowl. O jogo está marcado para as 16h. Para comprar ingressos, visite www.ussoccer.com.

Fonte: http://www.orlandocitysc.com

Deixe aqui o seu comentário!

Comentários

Leave a Comment

PATROCINADORES