Orlando City goleia NY Red Bulls por 5 a 2 e Larin quebra recorde

Orlando City goleia NY Red Bulls por 5 a 2 e Larin quebra recorde

Orlando City goleia NY Red Bulls por 5 a 2 e Larin quebra recorde de gols

No retorno do capitão Kaká ao time, depois de três partidas, o Orlando City goleou o New York Red Bulls por 5 a 2, na Red Bull Arena, conquistando a terceira vitória consecutiva. O atacante Cyle Larin marcou três vezes, chegando à marca dos 14 gols em 2015 e quebrando o recorde de gols para um novato na Major League Soccer (MLS), em sua primeira temporada como jogador profissional de futebol.

Larin, de 20 anos, abriu o placar para o Orlando City aos 23 minutos do primeiro tempo, depois de cobrança de escanteio milimétrica de Kaká, na altura da primeira trave. O atacante canadense desviou de cabeça, no ângulo superior esquerdo do gol.

Kaká retornou ao estádio onde se contundiu defendendo a seleção brasileira, em partida contra a Costa Rica, no último dia 5 de setembro. Autor de 11 gols em jogos oficiais na temporada 2015, 9 deles pela MLS, o capitão dos Lions jogou os 90 minutos, mais acréscimos, em altíssimo nível, sendo responsável não só pelo cruzamento para o primeiro gol, mas também pelo passe que gerou o quinto gol dos Lions, já aos 48 minutos do segundo tempo.

Antes disso, porém, o Orlando City sofreu o empate, aos 28 minutos da etapa inicial, em cobrança de falta ensaiada. Kljestan levantou a bola na área e Miazga desviou de cabeça, para o gol de McCarty.

O zagueiro do Orlando City, Seb Hines, se machucou na jogada do gol, obrigando o treinador Adrian Heath a improvisar o lateral-esquerdo Luke Boden na zaga.

Mesmo assim, os Lions não se intimidaram, determinados a manter vivas as chances de classificação para os playoffs, no ano de estreia do clube na Major League Soccer (MLS), feito alcançado por apenas dois clubes na história da liga.

Aos 39 minutos, Kaká recebeu de Cyle Larin, procurou espaço e finalizou de perna esquerda, de fora da área, levantando a torcida. A bola acertou a rede pelo lado de fora.

Três minutos mais tarde, Kaká lançou o colombiano Carlos Rivas, que imediatamente cruzou para Cyle Larin, que dominou, deixou a bola quicar e usou a perna direita para encobrir o goleiro e marcar o segundo gol dele no jogo. Orlando City 2×1 NY Red Bulls.

Concorrente ao prêmio de Novato do Ano da MLS (Rookie of the Year), Larin por pouco não marcou mais um, logo no primeiro minuto do segundo tempo, em mais um cruzamento de Rivas. O zagueiro dos Red Bulls, Perrinelle, chegou antes que Larin e desviou para a própria meta, marcando um gol contra. Orlando City 3×1 Red Bulls.

Lloyd Sam diminuiu a vantagem dos Lions para 3 a 2, aos 11 minutos, em cruzamento do argentino Gonzalo Verón.

Mas não demorou até Carlos Rivas acertar mais um cruzamento para Larin, repetindo a jogada que originou três dos cinco gols dos Lions. Dessa vez foi Brek Shea quem lançou Rivas. O colombiano cruzou da esquerda para Larin marcar o terceiro dele, o quarto do Orlando City no jogo, 4 a 2.

Faltando cinco minutos para o fim da etapa regulamentar, Kaká acertou um sem-pulo cuja bola passou muito perto do ângulo superior direito do gol de Robles. Pouco depois, foi Kaká quem cruzou para Rivas, que por pouco não aumentou o placar. Mas o hondurenho Bryan Róchez não perdeu a oportunidade que teve. Tendo substituído Larin aos 30 minutos da etapa final, Róchez tabelou com Kaká e marcou o terceiro gol dele nos últimos três jogos, o quinto do Orlando City contra o NY Red Bulls, aos 48 do segundo tempo. Foi o último lance de um dos melhores jogos dos Lions na temporada.

Com 38 pontos, os Lions estão a apenas um ponto do Montreal Impact. O time canadense é o sexto colocado da Conferência Leste e último entre os times que se classificariam para os playoffs da MLS 2015.

As duas equipes se enfrentam no próximo sábado, dia 3 de outubro, no estádio Orlando Citrus Bowl. O jogo está marcado para as 19h no horário local, 20h de Brasília.

NY Red Bulls 2×5 Orlando City

Estádio: Red Bull Arena
Local: Harrison, NJ – EUA

Gols:
ORL: Cyle Larin (Kaka) 23’
NY: Dax McCarty (Matt Miazga ) 28’
ORL: Cyle Larin (Carlos Rivas) 42’
ORL: Damien Perrinelle (gol contra) 46’
NY: Lloyd Sam (Gonzalo Veron) 56’
ORL: Cyle Larin (Carlos Rivas) 60’
ORL: Bryan Róchez (Kaká) 93’

Cartões:
NY: Matt Miazga (Yellow Card) 15’
ORL: Cristian Higuita (Yellow Card) 28’
ORL: Kaka (Yellow Card) 51’
ORL: Tally Hall (Yellow Card) 56’
NY: Ronald Zubar (Yellow Card) 64’
NY: Matt Miazga (Second Yellow Card) 77’

Escalações

Orlando City SC – Tally Hall; Rafael Ramos, Collin, Seb Hines (Carlos Rivas 34’) e Luke Boden; Lewis Neal (Adrian Winter 65’), Cristian Higuita, Darwin Cerén, Kaká e Brek Shea; Cyle Larin (Bryan Rochez 76’)

Técnico: Adrian Heath

NY Red Bulls – Robles; Lade, Matt Miazga, Perrinelle (Shaun Wright-Phillips 69’) e Lawrence; Sam, McCarty, Felipe e (Gonzalo Veron 53’), Kljestan e Grella (Anatole Bertrand Abang 79’); Bradley Wright-Phillips

Técnico: Jesse Marsch

Estatísticas

Chutes a gol:
ORL: 16
NY: 15

Escanteios:
ORL: 2
NY: 9

Impedimentos:
ORL: 8
NY: 5

Faltas:
ORL: 11
NY: 12

Defesas:
ORL: 1
NY: 3

Para mais informações, acompanhe o Orlando City em www.OrlandoCitySC.com, Facebook, Twitter, YouTube e Instagram.

CREDITOS: http://www.orlandocitysc.com

Deixe aqui o seu comentário!

Comentários

Attachment

NY Red Bulls

Leave a Comment

PATROCINADORES